Painel da Revenda

Mantenha-se informado com a DigiSat


Saiba como reduzir a inadimplência na sua empresa

Saiba como reduzir a inadimplência na sua empresa

10/03/2020 - Dicas

Leia o post e confira 5 dicas importantes para evitar atrasos nos pagamentos e manter o bom relacionamento com seus clientes!


A inadimplência é algo que tira o sono dos empreendedores e não é para menos, afinal, atrasos nos pagamentos podem inviabilizar as atividades de uma empresa, levando-a a fechar suas portas. Mas, como diminuir a inadimplência?

Continue a leitura e veja dicas úteis de como reduzir o índice de inadimplência no seu negócio!


1 - Dê descontos para quem paga à vista

O pagamento à vista é a única forma 100% segura de evitar o famoso calote, mas é preciso oferecer uma contrapartida ao cliente para incentivá-lo a pagar suas compras à vista, já que existem inúmeras maneiras de efetuar um pagamento.

Uma estratégia eficiente é oferecer descontos ao cliente que paga à vista, porém, é preciso analisar bem a margem de desconto para saber se ela é viável. Desse modo, a sua empresa poderá operar com um bom capital de giro.


2 - Tenha crediário próprio e facilite os pagamentos 

É importante que sua equipe de vendas seja capacitada para negociar condições de pagamento com os clientes. Como a concorrência no comércio é bastante acirrada, para não perder clientes é preciso oferecer formas facilitadas para ele quitar sua dívida.

Ter crediário próprio também é importante, pois ele viabiliza o consumo para um grande número de pessoas que de outra forma não teriam como conseguir crédito no comércio. Além disso, somente o fato do cliente vir todos os meses até o seu estabelecimento para pagar a prestação aumenta a chance dele fazer novas compras, contribuindo também para a sua fidelização.


3 - Escolha bem a data de vencimento das parcelas


É preciso atenção ao determinar a data de pagamento das prestações para evitar atrasos e inadimplência. Por isso, identifique junto com o seu cliente o melhor dia do mês para efetuar os pagamentos.

A data deve possibilitar um bom fluxo de caixa para a empresa, de modo que os custos fixos fiquem sob controle. Também é preciso que o prazo esteja de acordo com a condição financeira do cliente.

Exemplo: suponha que você é dono de um pequeno comércio que atua com vendas no varejo e fica definido que os pagamentos de boletos devem ser feitos todo dia 25 do mês. Desse modo, você saberá que nesta data terá recursos disponíveis para efetuar o pagamento dos custos operacionais. No entanto, por uma falha de planejamento, não foi observado que o aluguel do imóvel, que costuma ser um dos maiores custos fixos de um empreendimento, vence no dia 10.

Com os recursos entrando no caixa da empresa no dia 25, você provavelmente não conseguirá honrar esse compromisso em dia, o que levará ao pagamento de multa. Por isso, é muito importante planejar bem as datas dos pagamentos.

4 - Mantenha um bom relacionamento com seus clientes

A construção de um bom relacionamento com seus clientes é decisivo para promover a fidelização deles com relação à sua empresa. Para isso, um dos pontos principais é não falar com o cliente apenas na hora de efetuar uma cobrança, mas oferecer a ele um bom pós-vendas.


A experiência de compra do cliente deve ser satisfatória e agradável. Se ele tiver afinidade com a sua empresa, a tendência é que esse relacionamento seja bem mais durável e, com isso, as chances do cliente honrar os pagamentos aumentam bastante.


Mais do que ser algo essencial para diminuir as taxas de inadimplência, manter um bom relacionamento com sua clientela também traz outros benefícios. 


Um cliente satisfeito com o atendimento que recebe em seu estabelecimento será um agente de marketing espontâneo, fazendo o famoso “boca-a-boca” que, como já se sabe, é a melhor propaganda.

5 - Utilize um sistema de gestão para diminuir a inadimplência

Nos dias de hoje, a utilização de ferramentas tecnológicas é imprescindível para qualquer negócio. No caso do comércio, o uso de um sistema de gestão é uma excelente opção para controlar o número de contas em atraso. Os sistemas ERP e CRM, que podem atuar de forma integrada, são bastante usados por empresas de todos os portes e podem auxiliar você em muitas outras questões relacionadas à gestão empresarial.


O ERP, por exemplo, organiza todos os setores comerciais em um único programa e facilita o gerenciamento de diversos fatores que podem impactar a empresa. O CRM aumenta as possibilidades de novos negócios e reduz eventos que podem gerar inadimplência.


Mas, na hora de adquirir os softwares, procure uma empresa conhecida no mercado e que disponibilize suporte técnico. A Digisat é especializada no desenvolvimento de sistemas de gestão que podem tornar o seu negócio muito mais lucrativo. 

Aproveite que está aqui esolicite um orçamento sem compromisso!

Comentários


Nenhum comentário para esta publicação

Comentar


8 8

Ligue agora mesmo 0800 003 1600

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a experiência de navegação. Ao continuar navegando, você concorda com nossa política de privacidade.

Oi, percebi que veio nos visitar. Deixa te explicar melhor nosso modelo de parceria?